Cadeia de Eventos Urgente 05 – Lava Jato e Protestos

O Brasil na conjuntura política atual
(Ou, por que a situação saiu do controle)

Cadeia de Eventos Urgente 05 – Lava Jato e Protestos

cadeiaurgente05

No Dia Internacional das Mulheres do ano de 2015, a presidenta do país veio a público dizer as boas-novas que tratavam da legislação sobre o feminicídio, e, nesse dia, foi vaiada, xingada de vaca, vagabunda, piranha, ameaçada de morte ao som de panelas por pessoas que sequer ouviram o que ela tinha a dizer.

Essas pessoas foram apoiadas por outras também descontentes com o governo atual, com a presidenta, com a vida e com seu partido. Semeadores de ódio brotaram das profundezas pútridas da raiva irracional e uniram-se com os sempre corretos e donos da razão, sommeliers, gourmets, empresários, advogados, a elite dominante e seus filhos, os coxinhas, e tomou conta das ruas, com direito a transporte gratuito e policiais como amigos – e não mais como inimigos; como é o comum em aglomerações de populares. Tudo lindo e tudo belo desde que não se use vermelho.

Tudo isso e muito mais na nossa edição sem muita edição e sem censura, com a presença de Thiago Miani, Bruno Urbanavicius e Diogo Lima.

Links:

Brasil visto de fora

Impitimá da Dilma, por que não?

Lista do Janot

Vermelho não pode

Manifestação dos coxinhas

Nosso e-mail: cadeia@cachorrosolitario.com

Nosso twitter: twitter.com/cadeiadeeventos

Nosso blog: cachorrosolitario.com

Abraço e divirta-se!

Dia Nacional dos Animais

“Chegará o dia em que os homens conhecerão o íntimo dos animais e, neste dia, um crime contra um animal será considerado um crime contra a humanidade.” Leonardo da Vinci

Dia Mundial dos Animais é celebrado no dia 4 de outubro, em homenagem ao nascimento de São Francisco de Assis. Porém, aqui no Brasil, no dia 14 de março, nós também temos o Dia Nacional dos Animais.

Como sugere a homenagem ao Santo, este dia não é apenas para animais domésticos, como cachorros e gatos, mas para toda a vida animal do planeta.

Um dos problemas que nossos irmãos animais, sejam eles domésticos ou silvestres, sofrem neste mundo são os maus-tratos. No Brasil há uma legislação específica para este crime que muitas vezes causa a morte do animal, porém, segundo dados da ARCA Brasil, apenas 10% dos casos são solucionados e/ou punidos.

No site desta instituição, você encontra ainda informações sobre esse tema e também orientações sobre como agir caso seja testemunha deste tipo de crime: Crimes contra animais: denunciar vale a pena!

O número do Disque Denúncia é o 181. E, caso seja necessário, em São Paulo, a Delegacia de Crimes Contra o Meio Ambiente fica na Avenida São João, nº 1.247 – 7º andar. Os telefones são os (11) 3331-8969, (11) 3337-5746 e (11) 2996-2112.

ARCA Brasil

_________________________________________

Dia Nacional do Livro Didático

Definição de Didático adj. 1 destinado a instruir <livro d.> 2 que facilita a aprendizagem <recursos d.> [Minidicionário Houaiss da língua portuguesa (2001)]

O livro didático seria então aquele livro que ajuda e serve também como ferramenta em nossa aprendizagem.

Livro didático – 4ª série

[Às vezes, nós temos impressão de que livros didáticos são aqueles “chatos” com um monte de teorias e regras abstratas que temos que aprender pra “passar na prova”. Mas não é bem assim. Este livro aqui, por exemplo, eu usei na 4ª série e até hoje o conservo comigo, pois nele há muitas dicas realmente úteis que ajudam na elaboração de textos diversos.]

livro paradidático pode ser um livro “comum”, mas que é utilizado no ensino juntamente com o didático para enfatizar ou abordar alguns temas de forma mais lúdica e/ou mais prática.

Um exemplo de livro paradidático é O caçador de palavras, livro do qual já falei neste post.

Curiosidades/Politicagens:

Proposta proíbe produção de livros didáticos no exterior 

Em 2007, explodiu uma guerra em torno dos livros didáticos… 

[Eu tenho o livro citado na matéria, o Nova História Crítica, do Mario Schmidt, e, particularmente, acho que é um excelente livro de História apenas por permitir que os alunos/leitores vejam uma outra faceta dos fatos que são sempre “mastigados e impostos” pela história oficial.]

_________________________________

Dia Internacional da Língua Materna

O Dia Internacional da Língua Materna foi instituído pela Unesco como uma forma de representar e manter a luta pela diversidade cultural e linguística de vários povos. A Língua Materna é um dos mais importantes fatores de identidade cultural de um povo, pois é por meio da língua que o indivíduo apre(e)nde o mundo ao seu redor e é por meio dela que expressa o seu mundo.

[Isto me faz lembrar deste texto do Bernardo Soares, heretônimo de Fernando Pessoa, num trecho em que ele diz que “Minha pátria é a língua portuguesa“…]

O dia 21 de fevereiro foi escolhido para homenagear os estudantes mortos em confronto com a polícia no Dia do Movimento da Língua. Em 1952, Bangladesh era uma província do Paquistão, nomeada como Paquistão Oriental, e o governo quis impor o Urdu – língua oficial – ao território bengali. Os estudantes então saíram em protesto contra esta medida, defendendo o direito à vida da sua Língua Materna, o Bengali.

Este vídeo foi feito pelo Grupo da Interculturalidade e da Cidadania e perguntou a pessoas de nacionalidades e línguas diferentes qual a importância da Língua Materna para elas:

Já este outro vídeo é um trecho do documentário Línguas – Vidas em Português (2004), de Victor Lopes, nele há depoimentos de pessoas que têm a Língua Portuguesa como Língua Materna, entre eles estão, por exemplo, Mia Couto, José Saramago e João Ubaldo Ribeiro.

Saramago, num momento em que diz que os leitores deveriam ir mais fundo na Língua, conclui que, assim, “[…] a língua passa a ser algo mais que um mero instrumento da comunicação, transforma-se numa, digamos, numa mina inesgotável de beleza e de valor”.

Neste dia, deixo também com vocês esta música do Caetano Veloso em que ele brinca com a riqueza erudita e popular da nossa língua-mãe:

____________________________________________

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...